FAQ2019-06-26T00:55:31+00:00

PERGUNTAS FREQUENTES

PRÊMIO CLÁUDIO WEBER ABRAMO DE JORNALISMO DE DADOS

EDIÇÃO 2019

Qualquer indivíduo ou equipe que tenha publicado trabalhos de cunho jornalístico em organizações de mídia com ou sem fins lucrativos, independente do tamanho. O trabalho inscrito deve ter sido publicado entre Junho de 2018 e Junho de 2019.

Trabalhos realizados em parcerias envolvendo mais de uma organização também podem ser submetidos. Não são elegíveis trabalhos produzidos por agências governamentais ou trabalhos de branded content financiados por organizações comerciais.

As inscrições para esta edição do Prêmio ficam abertas até 8 de Setembro de 2019 às 23h59.

Sim, você pode inscrever quantos trabalhos desejar, não há limitação no número de envios por participante. Contudo, o mesmo trabalho não pode ser enviado em mais de uma categoria.

São aceitos trabalhos em diferentes formatos, tais como: publicações online ou impressas; reportagens para a televisão ou rádio; hotsites e plataformas web; vídeos ou outros meios físicos ou virtuais.

As inscrições são gratuitas.

O vencedor de cada categoria receberá um prêmio em dinheiro no valor de R$2.500. Os finalistas de cada categoria receberão isenção do valor de inscrição para participar nas edições de 2019 do Congresso da ABRAJI e da Conferência Brasileira de Jornalismo de Dados e Métodos Digitais. No entanto, cada finalista é responsável por arcar com eventuais custos para estar presente nestes eventos e na cerimônia de entrega dos prêmios.

A lista de finalistas será divulgada até o dia 30 de Outubro de 2019. Os vencedores serão anunciados na cerimônia de premiação, que acontecerá no dia 24 de novembro de 2019.

Os participantes poderão submeter quantos trabalhos quiserem em qualquer uma das quatro categorias abaixo:

  • Investigação guiada por dados
    Descobertas inéditas e novos conhecimentos. Aqui, buscamos trabalhos de alto impacto social que apliquem análise de dados para jogar luz a tópicos de interesse público.
  • Visualização
    Dados podem ser lindos e informativos! Nesta categoria, vamos julgar o quanto a visualização é capaz de comunicar os principais achados jornalísticos e de envolver o público e sua usabilidade em várias plataformas.
  • Inovação em jornalismo de dados
    Indo além: esta categoria é para trabalhos de jornalismo de dados que experimentem com novas tecnologias ou formatos inovadores.
  • Dados Abertos
    Jornalismo de código-aberto: aqui, o foco está nas práticas de transparência, seja pela utilização de mecanismos como a Lei de Acesso à Informação, pela estruturação ou disponibilização das bases de dados utilizadas, documentação de metodologia ou publicação dos scripts e softwares envolvidos no trabalho.